Consciência Negra é lembrada com festas e debates em Alfenas

Publicado em 20 de novembro de 2018

No dia 20 de novembro, todo o país comemora o Dia da Consciência Negra. Nessa data, em 1695, foi assassinado Zumbi, um dos últimos líderes do Quilombo dos Palmares, que se transformou em um grande ícone da resistência negra ao escravismo e da luta pela liberdade. Em 1971 foi instituído o “Dia Nacional da Consciência Negra”, voltado para refletir sobre a inserção do negro na sociedade.

Em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra, a Prefeitura Municipal, por meio da SMEC é Secretaria de Educação e Cultura e Núcleo da Consciência Negra promovem, nesta semana, quatro dias de atividades culturais e de conscientização, que inclui debates e temas que serão abordados durante o Seminário sofre efetivação municipal da Lei 10.639 para professores da rede municipal de ensino, que acontece no Auditório Leío de Faria é Unifal.

Segundo a Secretária Municipal de Educação e Cultura, Tani Rose Ribeiro, o calendário Municipal de Alfenas ainda nío aderiu a esta data como feriado oficialmente, mas o Poder Executivo do município vê a possibilidade em tornar isso real para o próximo ano, devido à importância de reconhecimento dos povos negros na construção de nosso país, nossa cultura e nossa sociedade, além de criar políticas educacionais afirmativas no Ensino das Relações étnico-raciais.

Para a Educação é fundamental o processo de conscientização nas escolas com o reconhecimento e o papel da instituição pública, que se faz necessário para atingir a população em Alfenas. Afinal, essa data é um grande símbolo de resistência, uma vez que o Negro, há anos, sofre diversos tipos de explorações e preconceitos, afirma o Coordenador de Promoção da Igualdade Racial de Alfenas, Rodrigo Mikelino.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!