Prefeitura orienta população sobre Auxílio Emergencial

Publicado em 8 de abril de 2020

A Prefeitura de Alfenas, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Adolescente, da Igualdade Racial e Desenvolvimento Social (Ação Social), informa que já está disponível o cadastro para acesso ao Auxílio Emergencial de R$ 600 ou R$ 1.200, com o objetivo de fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do CORONAVírus, a COVID-19.

O governo federal começa a pagar a partir desta quinta-feira (9/4), a primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 para pessoas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) com conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal. O segundo pagamento do benefício de R$ 600 ocorrerá entre 27 e 30 de abril, conforme a data de aniversário dos beneficiários, e a última parcela será paga de 26 a 29 de maio. O cadastro poder ser feito via site ou aplicativo, e em caso de dúvidas, o governo disponibilizou também o telefone 111.

Segundo o Ministério da Cidadania, poderão receber o auxílio emergencial trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados. O benefício no valor de R$ 600 será pago por três meses, para até duas pessoas da mesma família. Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente será de R$ 1.200. Para quem recebe Bolsa Família poderá receber o Auxílio Emergencial, desde que seja mais vantajoso. E neste período, o Bolsa Família ficará suspenso.

Segundo a Caixa Econômica Federal, as pessoas não inscritas no Cadastro Único até 20 março, mas que têm direito ao auxílio, devem se cadastrar no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo APP CAIXA|Auxílio Emergencial. Os cidadãos que já possuem registro no CadUnico e se encaixam nos requisitos básicos para concessão, se tiverem conta na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil, o benefício cairá em conta automaticamente.

Para ter acesso ao Auxílio Emergencial, você deve cumprir algumas exigências:

  • – Ter mais de 18 anos,
  •  – Não ter emprego formal,
  • – Não receber os seguintes benefícios: Previdenciário, Assistencial, Seguro-desemprego, e Programa de Transferência de Renda Federal (Bolsa Família não impede receber o Auxílio Emergencial)
  • – Ter renda mensal de Até R$ 522,50, por pessoa
  • – Ter renda mensal até R$ 3.135,00, renda familiar total
  • – Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$   28.559,70,
  • – Estar inscrito no CadÚnico (Cadastro Único)
  • – Estar desempregado ou exercer atividades em uma das seguintes condições: Microempreendedor Individual (MEI), Contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social, e Trabalhador informal.

Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa o valor pago mensalmente será de R$ 1.200.

PARA TIRAR QUALQUER DÚVIDA ACESSE O LINK ABAIXO:

https://www.gov.br/economia/pt-br/assuntos/noticias/2020/abril/ministerio-da-cidadania-divulga-cartilha-para-esclarecer-duvidas

ACESSE o link

PARA FAZER O CADASTRO AUXÍLIO EMERGENCIAL PELO SITE ACESSE O LINK ABAIXO:

https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio

0 Comentários

Deixe o seu comentário!