Vendaval e chuva forte causam estragos em Alfenas

Publicado em 15 de janeiro de 2018

Prefeitura socorre famílias e inicia trabalhos de recuperação de casas e dos locais atingidos pelas chuvas

No final da tarde deste domingo (14/01) e início da noite, fortes rajadas de vento, acompanhadas por um temporal causaram estragos em várias casas de diversos bairros na cidade de Alfenas. As chuvas com maior intensidade atingiram os bairros Santa Clara, Pinheirinho, Recreio Vale do Sol, Sío Paulo, Novo Horizonte e Aparecida, e causaram prejuízos aos moradores da região e seu entorno.

O vendaval, que iniciou junto com a chuva na tarde deste domingo, destelhou casas, e provocou queda de grandes árvores pela cidade. Nos bairros Aparecida, Santa Rita, Jardim da Colina, Centro e na rua Joío Paulino Damasceno, ficaram todos sem energia por algum tempo. A força do vento arrancou diversos galhos de árvores e muitos deles caíram sobre a fiação elétrica, deixando diversos pontos da cidade sem luz.

As chuvas provocaram danos suficientes para deixar casas destelhadas e órgãos públicos como creches, escolas, além do PSF do bairro Pinheirinho. Na igreja do bairro, grande parte do telhado foi descoberto, com árvores caídas por todos os lados, e também queda de uma árvore centenária na pracinha da Igreja Aparecida. No Jardim da Colina, a força do vento ainda arrancou diversos galhos, além de queda de árvores, e muitos deles, caíram sobre a fiação elétrica, deixando alguns pontos da cidade sem luz, mobilizando a CEMIG é Centrais Elétricas de Minas Gerais, Corpo de Bombeiros e a Guarda Municipal.

O prefeito de Alfenas, Luiz Antonio da Silva, esteve nas residências e locais atingidos e mobilizou toda a sua equipe das Secretarias de Governo, Obras, Habitação, Defesa Social, Meio Ambiente, Saúde e Ação Social do município, para as medidas de emergência, além de socorrer famílias que tiveram suas casas destelhadas pela chuva. Os serviços de Programa de Ação Social estío sendo executados pela Secretaria Municipal de Habitação, prestando toda assistência às famílias.

Segundo a Secretaria de Ação Social a prefeitura de imediato iniciou os trabalhos de recuperação das casas, prestando socorro às famílias e ainda foi disponibilizado assistentes sociais para acompanhar todas as pessoas que permaneceram em suas residências. De acordo com o balanço parcial da secretaria, cerca de 4 famílias, num total de 10 pessoas, estío sendo assistidas pelo município em um hotel da cidade, e aproximadamente 50 casas, foram destelhadas, no corredor do Santa Clara. A secretaria informa ainda que, toda a equipe está em campo fazendo um levantamento de danos causados aos moradores.

As intervenções foram iniciadas no Pinheirinho com a retirada da torre de transmissão da rádio local, que também caiu sobre uma casa. Segundo o coordenador da Secretaria de Defesa Social, Marcelo Lopes, os principais danos causados foram destelhamentos e quedas de árvores sobre residências e nenhuma ocorrência com dano físico foi registrada.

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil informa que está fazendo todo o levantamento dos estragos e será encaminhado para a Secretaria Municipal de Habitação e inserido dados sobre o evento adverso no Portal S2ID é Sistema Integrado de Informações de Desastres, vinculado ao Ministério da Integração Nacional.

A situação foi normalizada ainda no final da tarde de domingo, com o término da chuva, logo após, a Prefeitura iniciar os trabalhos de recuperação nos locais e socorrer várias famílias com casas descobertas pelo vendaval, prosseguindo as intervenções nesta segunda-feira, com toda a equipe e órgãos da Prefeitura em ação.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!